InternaSUS

O Projeto InternaSUS é fruto de uma colaboração entre o Projeto InterSCity, sediado no IME-USP, e a Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo. Nosso objetivo é utilizar técnicas avançadas de Ciência da Computação (Big Data, Visualização e Ciência de Dados) para fornecer ferramentas inovadoras para profissionais e gestores da saúde pública. Este é um projeto de software livre e assim, aberto a colaborações a fim de desenvolver avanços científicos na área de Informática e Big Data em Saúde. O InterSCity é financiado com recursos da FAPESP, CNPq e CAPES.

Desenvolvimento

A plataforma de visualização de dados é um software livre licenciado sob a Mozilla Public License 2.0, que está sendo desenvolvida em Ruby on Rails e JavaScript e utilizando a API do OpenStreetMap. Seu repositório está disponível no GitLab.

Dados

A plataforma apresenta os dados georreferenciados das internações custeadas pelo Sistema Único de Saúde, constantes no Sistema de Informação Hospitalar (SIH), fornecidos pela Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo. A base de dados está anonimizada, não havendo informações sensíveis sobre os indivíduos e a localização dos domicílios foi generalizada para o centróide do setor censitário correspondente (territórios com população média de 600 habitantes, no município de São Paulo.

A ferramenta também apresenta(rá) informações demográficas, oriundas do Censo de 2010 realizado pelo IBGE e das projeções populacionais disponibilizadas pela Fundação SEADE, estratificadas por sexo, faixa etária e raça/cor segundo as unidades territoriais administrativas da Prefeitura de São Paulo e da Secretaria Municipal da Saúde.

Utilização

Membros

Breno Aguiar

SMS/SP

Técnico na Gerência de Geoprocessamento e Informações Socioambientais (GISA) na Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo (SMS).

Marcelo Failla

SMS/SP

Técnico na Gerência de Geoprocessamento e Informações Socioambientais (GISA) na Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo (SMS).

Prof. Fabio Kon

IME/USP

Professor titular do Departamento de Ciência da Computação (DCC) do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da Universidade de São Paulo (USP).

Profª. Kelly Braghetto

IME/USP

Professora do Departamento de Ciência da Computação (DCC) do Instituto de Matemática e Estatística (IME-USP)

Prof. Paulo Meirelles

UNIFESP

Professor adjujnto do Departamento de Informática em Saúde da Unifersidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Débora Ciriaco

IME/USP

Mestranda em Ciência da Computação do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da Universidade de São Paulo (USP).

Eduardo Pinheiro

IME/USP

Estudante do Bacharelado em Ciência da Computação do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da Universidade de São Paulo (USP).

Camila Kodaira

IME/USP

Estudante do Bacharelado em Ciência da Computação do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da Universidade de São Paulo (USP).

Gabriely Pereira

IME/USP

Estudante do Bacharelado em Ciência da Computação do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da Universidade de São Paulo (USP).

Yurick Honda

IME/USP

Estudante do Bacharelado em Ciência da Computação do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da Universidade de São Paulo (USP).